Alessandra escreve quinzenalmente.
A energia que tu vais gastar para nutrir teu problema é a mesma que tu poderias resolve-lo.

 

O cérebro humano trabalha de forma sistêmica, repetitiva, nada criativa, basta você prestar atenção na forma que vivemos. Ano após ano, como “discutimos” sempre com mesmos argumentos, batemos na mesma tecla, nos agarramos ao que acreditamos sem mesmo, muitas vezes, de questionar se estamos certos ou não. É aquela verdade e deu, automática e suprema. Mas será?

Partindo disso, no Coachtório é muito comum, diria até rotineiro mesmo, meus coachees chegarem,  sem darem-se conta, estando as voltas dos mesmos comportamentos e problemas que os trouxeram até mim, quando então, estão, no automático. Imediatamente questiono o que poderiam ter feito diferente ( não uso mais a palavra DEVERIA MAS PODERIA) se no momento oportuno, o cérebro estivesse atento,  cognitivamente falando, e  pensássemos antes de falar e agir, na situação, o que teríamos feito de diferente.  Baixam a cabeça.

Sentam na minha frente e dizem geralmente duas coisas:

-Ale fiz tudo igual.

-Ale, fiz igual. Mas não na totalidade, mas em parte.

Já fico feliz! Deram-se conta, interceptaram pensamento ( que este sempre podemos escolher) e depois mudar o comportamento. Iniciamos por aí a mudança.

Mas isso já outro assunto, abordo, pois, contextualmente, agimos da forma mais difícil de jogarmos no nosso time sempre, assim como resolver problemas. O que quero trazer a reflexão, hoje, é a quantidade de energia que as pessoas dispendem para nutrir, acalentar, cuidar detalhadamente, tecer emoções ligadas aos problemas, o quanto cuidam, colocam para dormir, comer, passear junto no dia a dia ao invés de usar a mesma energia para resolver, por que não, definitivamente ele. Ou tu nutre ou tu resolve. A energia é a mesma. A escolha é sua. Seu cérebro atua com um foco, uma coisa por vez, portanto...

Você tem este poder, canalizar a sua energia, disposição, detalhamento com a mesma intensidade que tu o mantém vivo, para exterminá-lo.

A metodologia do Cérebro Educado®,  aliada ao Coaching e Mentoring tem nos demonstrado, a cada dia, mais resoluções maravilhosas dentro das ESCOLHAS de vida. Me acostumo até com que está horrível, me acomodo dando desculpas sobre a não atuação a cada momento que sou questionada, me coloco em situações onde eu não tenho o poder de resolução, mas me sinto parte do problema, e preciso resolver definitivamente isso. Em compensação, tenho o poder de virar o jogo e resolver a minha vida, se quiser.

Como?

Canaliza, com toda tua atenção como resolveria este problema. Simples não? Porque então não faz?

Tem uma ação que é engraçada, mas funciona. Se tu tivesse alguém a quem teu coração tem apreço, passando pelo teu problema, que conselho darias a esta pessoa? Dirias o que?

É incrível a resposta. É “batata” a resposta que você precisa dar a si.

Você tem o caminho, agora e só trilhar. Presta atenção na solução, jamais, em tempo algum, no problema. Vai que tu dá conta!